Após a expulsão, é comum que os invasores regressem?

Comum, não, frequente, sim. Se não for o invasor expulso, muitas vezes são os seus amigos. Tivemos um caso em que o proprietário viu o seu apartamento ocupado 3 vezes seguidas pelo mesmo invasor. E isto apesar da instalação de uma porta antirroubo. Foi necessário realizar 3 vezes os processos de expulsão.

Qual o preço a que a Squat Solutions compra as moradias ou apartamentos ocupados?

A avaliação é realizada por 3 agências imobiliárias. Consiste em definir um preço de venda independentemente da ocupação e das degradações provocadas por esta. Ao mesmo tempo, pedimos a realização de todos os diagnósticos imobiliários necessários para a venda de um bem. Além disso, pedimos a avaliação às pessoas competentes do montante dos trabalhos para … Read More

A pausa de inverno aplica-se aos invasores?

A Lei ELAN de 24 de novembro de 2018 distingue o regime de aplicação da pausa de inverno se a ocupação envolver a residência principal da vítima ou uma das suas residências secundárias no sentido mais amplo. Então, quando as instalações ocupadas constituem a residência principal do proprietário ou do locatário vítima, os invasores já … Read More

A minha casa de férias foi ocupada. Disseram-me que, como o prazo de 48h já passou, devo iniciar um processo judicial. A que corresponde este prazo de 48 horas?

O prazo de 48 horas (a partir da entrada dos invasores nas instalações), proveniente da prática em termos de polícia judiciária, permite aos agentes policiais agir em «flagrante delito». Pode tratar-se do delito de «violação de domicílio» previsto no artigo 226-4 do Código Penal, que diz respeito apenas ao «domicílio» propriamente dito, ou seja, a … Read More

E em relação a um local profissional?

O local profissional é equiparado a uma residência secundária. Entende-se por «residência secundária» qualquer bem imobiliário construído (apartamentos, moradias, local comercial, profissional ou industrial, etc.) que não constitui a residência principal, ou seja, o domicílio do proprietário vítima de uma ocupação. Saber mais sobre as residências secundárias ocupadas.